domingo, 7 de maio de 2017

AUSÊNCIA DE AMOR PRESENTE


É prudente que estejas só dormindo
pois n’alma suavemente despertada
é que verás meu coração bem-vindo
pulsar no peito astral de sua amada.

Tu pensarás que foi um sonho lindo
ou nem vais crer que fostes visitada
febril o corpo e o teu olhar sorrindo
para minh’alma em ti transfigurada.

Prudente que me estejas esperando
quando o hálito da brisa te beijando
soprar que além da vida é teu lugar.

É onde nunca mais vais ter saudade
que a luz do amor provê imunidade
até que eu morra para te encontrar.

Afonso Estebanez
(Inspirado em texto da amável
escritora e amiga especial
Analuz Carvalho
07.05.2017)

Um comentário:

Regina Carvalho disse...

O que minha alma sentiu ao receber este presente não se descreve, ela sentiu simplesmente... uma lágrima caiu, mas a alma sorriu e adomeceu serenamente... Obrigada, amado Amigo!