terça-feira, 28 de março de 2017

JUDAS


Os que venderam a fórmula
da bomba e da talidomida
mataram mais do que Judas
com o beijo da traição.

O Mestre expiou-se na forca,
mas os discípulos, não!

Os mercadores de armas
os caçadores de índios...
Todos renegam a forca.
Os sadânicos satãs
os fratricidas armados
os algozes travestidos
de juízes da multidão...

Todos mataram mais cristos
do que o mestre vendilhão...
Mas se passam naturalmente
por Judas – o bom ladrão!

Afonso Estebanez
(Poema dedicado à poetisa de Poetas Del Mundo
– MEG KLOPPER)

Um comentário:

Regina Carvalho disse...

Uma antiga expressão popular diz que "beleza não põe mesa". Pois para mim põe. Onde já se viu desprezar a beleza, tirar o valor que tem e espalhar tamanha tolice? Pois é, Amado Amigo, teu poema é belo, tem a beleza do sentimemto maiorque é o Amor.Lindo demais!