domingo, 23 de novembro de 2008

PERCURSO DE AMOR

PERCURSO DE AMOR

Meus olhos
são praias rasas
de um profundo
mar de amor
que derrama
suas mágoas
no rumor vasto
das águas
na areia e morre
sem dor...

Dos teus navios
de sonhos
sou mais
que o navegador.
Meus olhos
são escotilhas
entreabertas
para as ilhas
do teu percurso
de amor...


Afonso Estebanez

Um comentário:

Poemas de amor e dor disse...

Boa noite,
Foi o acaso que me deixou nesta maré onde a poesia vai nas vagas.
Boa sorte
Rogério