terça-feira, 6 de agosto de 2013

AMAR OU NADA MAIS...

AMAR OU NADA MAIS... Amar ou nada mais, o quanto importa a falta que algum sonho ainda me faz. Pensar-te nesta ausência me conforta malgrado essa saudade que dói mais. Louvado seja o amor que me suporta como um barco sem âncora num cais que vive de ir embora e sempre volta para sonhar meus sonhos tão banais. Amar ou nada mais, é o quanto basta para que em ti a minha vida em festa encontre o amor com tanta claridade, que a intensidade dessa luz tão vasta vá revestir de aurora o que nos resta depois que anoitecer toda a saudade. Afonso Estebanez

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho,
Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns,
decerto que virei aqui mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.